Logo Fert Embryo
  • Icone Telefone Fert Embryo18 3222-1800
  • 18 98127-6834
  • 18 98135-4780

LABORATÓRIO DE FIV (FERTILIZAÇÃO IN VITRO)

Um laboratório de alta complexidade, que faz parte do sucesso dos tratamentos de reprodução assistida, altamente seguro, monitorado por câmeras e com autorizador através de reconhecimento de digital para entrada de pessoas autorizadas. O laboratório conta com incubadoras, sendo uma de CO2 e uma trigás, nas quais os embriões ficam incubados até a transferência para o útero. (no segundo, terceiro ou quinto dia).

Neste laboratório é realizado a ICSI (Injeção Intracitoplasmática de espermatozoides), no qual um espermatozoide é injetado dentro de um óvulo com o uso do microscópio invertido com micromanipuladores. A criopreservação de óvulos e embriões é também realizada neste ambiente controlado e transferidos para os botijões de nitrogênio em uma sala separada. Todos os materiais que contenham as amostras das pacientes são identificados alfa numericamente, garantido sua rastreabilidade e conferindo maior segurança aos procedimentos.

+

SALA DE BOTIJÕES DE CRIOPRESERVAÇÃO

Nesta sala ficam acondicionados sobre ambiente controlado os botijões de nitrogênio que armazenam as amostras de sêmen, óvulos e embriões.

+

LABORATÓRIO DE SÊMEN

Um laboratório especializado para análise do sêmen, fragmentação do DNA espermático, preparação seminal para inseminação intrauterina (IIU) e ICSI, e congelamento de sêmen. Altamente seguro, monitorado por câmeras e com autorizador através de reconhecimento de digital para entrada de pessoas autorizadas.

COLETA DE SÊMEN

Local distante da circulação de pessoas, para manter o máximo a privacidade do cliente. Preparado com TV, ar-condicionado, disponibilização de vídeos e revistas. Os frascos para coleta das amostras de sêmen são identificados alfa numericamente para a rastreabilidade e segurança dos pacientes.

CENTRO CIRÚRGICO

Contamos com duas salas de cirurgia, mais moderno carrinho de anestesia, carrinho de emergência, aparelho de ultrassonografia, e instrumentação completa para cirurgias de vídeo laparoscopia, vídeo histeroscopia e voltado para os procedimentos de reprodução assistida, além de um diversificado dispensário de medicamentos. Sala de recuperação com monitor multiparamétrico e o conforto médico.

+
+
+
+

CENTRAL DE MATERIAIS ESTERILIZADOS

Nossa Central de materiais esterilizados conta com duas salas climatizadas em um ambiente controlado por temperatura, umidade e pressão, sendo uma destinada a recepção e lavagem dos materiais (setor sujo) e outra para preparo e esterilização (setor limpo). Os materiais utilizados em nossos procedimentos são transportados através de um elevador monta carga até a sala de pré-lavagem, e posteriormente para lavadora ultrassônica. Em seguida, direcionados para a área limpa onde passam pelo processo de secagem, sendo embalados e submetidos ao procedimento de esterilização por vapor em nossas autoclaves.

POSTO DE ENFERMAGEM

Para suporte e responsabilidade das pacientes pré e pós cirúrgicos, o posto de enfermagem presta assistência dentro de princípios científicos, éticos e de humanização. No ambiente são armazenados a guarda de materiais de consumo, impressos e materiais esterilizados.

APARTAMENTOS

Nossos apartamentos contém dois leitos, banheiro, e ar-condicionado. Equipados com painel de gases e campainha de acesso à enfermagem, para máxima segurança da paciente.

+

SALA DE RECUPERAÇÃO ANESTÉSICA

Um ambiente com conforto e segurança, destinado ao cuidado individual de cada paciente, monitorado em todo o período, desde sua saída da sala cirúrgica até a sua total recuperação e estabilização dos sinais vitais, onde recebe a alta médica junto de seus familiares.

+

CONSULTÓRIOS

São seis consultórios, e duas salas de exames com ultrassom de imagem 3D, voltados para exames complementares.

+
+
+
+
+
+

RECEPÇÃO

Um design moderno, uma ampla sala de espera, com TV, ar-condicionado e Wi-fi livre, oferecendo o maior conforto e comodidade.

+
+

AUDITÓRIO

Com capacidade para 70 Pessoas sentadas, ar climatizado, sistema de multimídia, espaço para coffee break e descanso. Um amplo e confortável espaço para locação e realização de congressos, simpósios, minicursos e jornadas científicas, entre outros.

+
+

ESTACIONAMENTO

Contamos amplo estacionamento para pacientes na área externa.

CORPO CLÍNICO

A Fert-Embryo conta com uma equipe interdisciplinar, formada por médico, enfermeiras, embriologista, entre outras funções. Equipe essa preparada para atender sempre bem, pacientes que desejam ter filhos, mas possuem alguma dificuldade com relação à sua fertilidade.

Dr. Wilson Jaccoud

CRM: SP 41.142

Médico Responsável

Dra. Rosangela Vicente Jaccoud

Gestora

Regiane Mendes Bedin Trombette

Coren: SP 271.937

Enfermeira

Mayara Mesquita Caravina

Coren: SP 343.527

Enfermeira

Liliane Alves Caputo Pinto

Recepcionista

Graciele Gomes M. Turuta

Recepcionista

Rosa Maria F. Araújo

Recepcionista

Jéssica Carrilho de Moraes

Ass. Administrativo

Deuzeni Garcia de Lima

Serviços Gerais

Josilene R. dos Santos

Serviços Gerais

CENTRO DE ESTUDOS

Aperfeiçoar e estimular o profissional ao conhecimento a área de fertilização e reprodução, é um dos principais objetivos do Centro de Estudos Fert-Embryo. Despertar e orientar diagnósticos de diversos casos existentes ao melhor caminho e solução, analisando cada um de forma teórica e prática.

Organizar eventos internos, como: simpósios, cursos para casais inférteis, cursos para gestantes, jornadas e reuniões.

+
+

PSICOLOGIA

Oferecer o acompanhamento psicológico especializado no contexto da Reprodução Humana Assistida é um diferencial, e o que se observa é que, cada vez mais, este serviço vem fazendo parte do protocolo destas clínicas, seja nos tratamentos médicos de baixa, média ou alta complexidade. Geralmente, as pessoas imaginam que programar a vinda de um filho é algo simples, bastando apenas interromper os métodos contraceptivos. Porém, para alguns casais, após um tempo de tentativas (em torno de 1 ano) e consecutivos resultados negativos, a realidade que se apresenta é outra. Muitas vezes, chegam aos serviços de Reprodução Humana, encaminhados pelos seus médicos. Outras vezes, suspeitando que algo possa estar impedindo e ou dificultando a gravidez, buscam, por conta própria, as técnicas da medicina reprodutiva. É uma situação geradora de ansiedade, angústias e incertezas. A concepção que parecia algo simples e “controlável”, passa a ser algo mais delicado, com protocolos a serem seguidos e, de certa forma “controlado” por um terceiro, no caso personificado na figura do médico. A concepção, até então, imaginada originária de uma relação sexual, passa a ser vivenciada dentro dos protocolos de uma clínica de reprodução humana, assistida e acompanhada por toda a equipe. Este é um primeiro luto que as pessoas que procuram pelos serviços em reprodução humana, precisam fazer. Passa-se da condição de gerar vida de forma “natural” e “convencional” à condição de gerar vida através dos avanços e tecnologias da medicina e da embriologia disponíveis na atualidade.

A concepção que fazia parte de um momento mais intimista entre duas pessoas, passa a ser guiado e controlado pelo médico que está à frente do caso e sua equipe. E por mais que todo cuidado, ética, discrição permeiam estes serviços, o paciente, pode se sentir exposto, invadido em sua intimidade. Por isto, desde o início do processo é necessário, através do atendimento psicológico, ajudar os pacientes a se apropriarem desta sua nova condição, logo que o diagnóstico de infertilidade foi concluído e o tratamento foi indicado. Seja de causa feminina ou masculina, a infertilidade sempre é do casal, ambos precisam ser investigados e devidamente tratados. O casal precisa de acompanhamento médico e psicológico, durante o tratamento de reprodução assistida, principalmente os tratamentos de alta complexidade. Particularmente, os casos de Fertilização In Vitro, recepção de gametas (óvulos e espermetozóides) de doadores anônimos, útero de cessão, também conhecido como útero de substituição (nos casos em que a mulher precisa de um útero para gerar seu filho). O início do tratamento, pode representar grande esperança para o projeto de tornarem-se pais, mais ao mesmo tempo pode gerar ansiedade para resolver rapidamente a situação, e angústias por não conseguir controlar a própria procriação podem surgir. Observa-se oscilações emocionais que vão desde o estranhamento no início do diagnóstico, passando pela esperança na possibilidade de vir a gerar um filho, até a frustração ao final do processo em caso de negativo ou alegria em caso de resultado positivo.

Cientes da importância dos benefícios do trabalho da psicologia fazendo interface com a medicina, a Fert Embryo – Centro de Medicina Reprodutiva, traz como diferencial este serviço de acolhimento e apoio psicológico para seus pacientes que estão em processo de Fertilização In Vitro. Nosso objetivo é compreender e atender o paciente de forma integrada, cuidando de sua saúde física e mental, tratando-o de forma biopsicossocial. Para isto, é oferecida uma escuta atenciosa, um espaço em que suas angústias, tristezas, expectativas são acolhidas, para que as questões individuais e ou do casal, possam ser elaboradas. É um trabalho desenvolvido nas diferentes fases do tratamento e visa colaborar para que os pacientes passem pelos protocolos médicos com a maior tranquilidade e clareza em relação a todo o tratamento a que serão submetidos.

Os atendimentos podem ser com o casal, mas também no formato individual. O acompanhamento psicológico, faz parte do protocolo da clínica e ao iniciar a estimulação ovariana, iniciam-se os encontros. Em um primeiro momento, faz-se um acolhimento do paciente, a fim de identificar seus recursos internos disponíveis, tão importantes para o enfrentamento do tratamento. Há um claro propósito de que as sessões, desde a primeira, tenham caráter terapêuticas, pois as condições para enfrentamento começam a ser trabalhadas e fortalecidas. A partir daí se dá o acompanhamento neste espaço de escuta diferenciada, feita por uma profissional capacitada a compreender estes pacientes em suas dúvidas, angústias e medos. Além disto, ajuda o paciente a tomar importantes decisões em relação ao tratamento, baseadas em sua realidade de vida e respeitando seus desejos. O trabalho com o casal, visa facilitar a comunicação entre a dupla, bem como ajudá-los na identificação de como cada um reage ao tratamento, auxiliando-os na busca de um ponto de equilíbrio para que passem pelo tratamento com mais intimidade e mais harmonia. Um casal com uma boa comunicação estabelecida, adere mais prontamente ao tratamento médico e tem mais condições de enfrentamento de todas dificuldades e estresses que possam vir a aparecer. Se o casal conta com o acompanhamento psicológico, ele tem mais condições de juntos, aceitar suas limitações financeiras e emocionais e decidir quando continuar e quando parar.

A importância do acompanhamento psicológico nas Clínicas de Reprodução Humana

O diagnóstico de infertilidade é, geralmente, vivenciado com muita preocupação, medo, inseguranças. Durante o tratamento médico, o casal conjugal, passa por vários momentos conflitantes, desencadeadores de vários sentimentos, que precisam ser manejados e elaborados, para que o processo transcorra da melhor maneira possível. Pode causar tanto impacto emocional no indivíduo e na própria relação conjugal. Além disto, outras áreas da vida dos casais tentantes podem ser afetadas, como por exemplo, as relações familiares, sociais, profissional, religiosas. Há, ainda, que se considerar todo arranjo entre as atividades rotineiras, as obrigações profissionais diárias, e o planejamento financeiro para custear todo o tratamento. “Muitos casais trazem dúvidas em relação a contar ou não para familiares e amigos que estão se submetendo a tratamento para engravidar. Muitas vezes esta dúvida, vem carregada de culpa, por acharem que estão fazendo “algo escondido”. Durante as sessões estas questões vão sendo desmistificadas e vão conseguindo manter-se nas suas decisões entre contar ou não para as outras pessoas e ficam leves com estas escolhas. Outras vezes a angústia recai sobre as cobranças e apontamentos do ciclo social, por exemplo no trabalho, onde muitos questionamentos são feitos, no sentido de “nossa você sempre sai, sempre está indo ao médico, fazendo exames. O que está acontecendo?”. Outras vezes, questionamentos também indiscretos partem da própria família e soam como cobranças: “Quando vou ter um netinho, um sobrinho e assim por diante. Nossa quando vocês terão seus filhos? Está demorando hein?! Os familiares, os amigos ainda têm muita dificuldade em lidar com a reprodução humana, às vezes pelo próprio desconhecimento das questões implicadas nesta temática. Trabalho no sentindo do paciente compreender seus limites nestas relações e saber lidar e se posicionar da forma melhor nestas situações de convívio social. Há que se trabalhar os recursos internos do paciente para que ele respeite seu limite, para que perceba a importância de se posicionar em determinadas situações conforme é demandado, respeitando as considerações do outro, mas principalmente respeitando a si mesmo, respeitando a decisão do casal ( compreendendo que estas considerações são do outro, que pertencem somente ao outro)”. O acompanhamento psicológico neste período, visa trabalhar os recursos internos de cada paciente para que ele tenha cada vez mais condições de assimilação e enfrentamento do seu tratamento em medicina reprodutiva.

Muitas pacientes, questionam se precisam parar de trabalhar durante o tratamento, que gostariam de se dedicar exclusivamente ao tratamento. “Salvo as situações em que há indicação médica para tal afastamento, proponho uma reflexão para que façam a melhor escolha. Não há uma resposta correta, se o melhor é parar e ficar focado exclusivamente no tratamento ou se é manter sua rotina normal de atividades profissionais e sociais. O fato é que, parar totalmente de trabalhar pode também ser algo tão ansiógeno para alguém que sempre trabalhou muito e de repente se vê numa situação de espera. A possibilidade de reduzir o ritmo, desacelerar e não parar de vez, parece ser uma opção bem-vinda para o momento, porém cada caso é um caso e precisa ser pensando e avaliado de forma bem particular. E é todo este cuidado personalizado que o profissional da psicologia está capacitado a ter”.

O casal que tem acesso ao acompanhamento psicológico durante o tratamento de reprodução humana, está mais apto a tomar decisões baseadas em diálogos entre a dupla e não de forma unilateral. A comunicação entre eles fica mais facilitada, fazendo com que se compreendam e se apoiem mais. Assim, desloca-se aquela imagem da mulher fragilizada. É importante perceber que neste processo a mulher pode oferecer apoio para o marido, e esta condição a fortalece. O homem durante todo este processo sofre muito, e este sofrimento precisa ganhar visibilidade. Quando o sofrimento é compartilhado entre o casal, ambos se fortalecem e criam condições para se apoiarem mutuamente. O homem passa a ter mais espaço para falar sobre o seu sofrimento, sobre o quanto às vezes se sente desgastado. A gestação é no corpo feminino e, por isto e outros fatores, erroneamente, a mulher ainda é muito estigmatizada nesta temática da infertilidade. O trabalho psicológico vai no sentido de separar o que é “falha fisiológica, biológica” do sistema reprodutor do que é culpabilização por esta “falha”. Grandes avanços são feitos neste sentido e os pacientes começam a entender que naquele momento, fazem uso dos recursos da medicina para tratar uma parte do seu corpo, assim como em outros momentos está tratando o sistema visual, auditivo, cardíaco. É complexo, porque é um sistema reprodutor funcional e íntegro que capacita a geração de vidas. O trabalho psicológico, visa acompanhar e ajudar o paciente a compreender-se nesta nova realidade apresentada, desde o choque inicial do diagnóstico, até a aceitação, que é uma condição importantíssima, para que o paciente possa realmente aderir mais prontamente aos protocolos do tratamento. Auxilia o paciente a lidar melhor com as oscilações de sentimentos, ter mais clareza da sua situação, ter mais esperança e estar mais focado em suas decisões.

“Durante os atendimentos, faço um trabalho, conhecido na área, como Psicoeducação, cujo objetivo é informar, educar, no sentido de esclarecer usando os mais diversos recursos didáticos, (panfletos, livros, sites) para que os pacientes estejam cientes do máximo de informações sobre todo o processo. Informações estas, passadas pelo médico, porém muitas vezes não assimiladas e ou filtradas pelo paciente. Através dos recursos da Psicoeducação, o profissional consegue avaliar que tipo de conteúdo seu paciente tem acessado em busca de informações na internet. É fundamental esta avaliação para que o psicólogo, certifique-se, se os conteúdos pesquisados são de fontes confiáveis. A fato que os pacientes fazem inúmeras pesquisas sobre a Reprodução Humana, sobre fertilização, sobre tudo que envolve a temática infertilidade, fertilidade, tratamentos, mas precisam, no mínimo, estar orientados à pesquisarem fontes científicas. Costumo dizer que as sessões com o psicólogo, vai fazendo com que as letras pequenas do contrato inicial, vão ficando cada vez maiores para que todos tenham uma clareza sobre aquele processo de TENTATIVA para engravidar e não uma garantia, uma certeza. Que por mais que o médico, toda equipe e o próprio casal estejam empenhados em busca de um positivo, o negativo pode vir acontecer. O casal estando numa sintonia e comunicação mais facilitadas e se a relação do casal com médico e sua equipe estiver o mais transparente possível, a superação de um resultado negativo gera sofrimento com certeza, mas pode ser mais facilmente superado. Geralmente os casais procuram a clínica de reprodução, desejosos de que o positivo venha na primeira tentativa. Este é um desejo compartilhado com a clínica também, porém há casos que serão necessárias mais do que uma tentativa até que se obtenha o resultado positivo. Se o casal compreende que todo esforço está sendo concentrado para que se obtenha a gravidez já na primeira tentativa, mas que talvez outras tentativas serão ainda necessárias até se obter o tão sonhado positivo, a ansiedade tende a diminuir. É importante esclarecer que: poderão tentar outras vezes com seu material genético ou, em alguns casos, a indicação vai ser o uso de material genético de doadores anônimos; poderão pensar em adoção. Em última instância, poderão pensar num projeto de vida sem filhos, canalizando esta energia para outro projeto de vida, outro formato de constituição de família. Claro que todas estas opções demandam muita, mas muita reflexão mesmo. E, é através do acompanhamento psicológico capacitado para esta escuta, que toda temática é pensada, refletida, viabilizando a futura tomada de decisão do casal.

Dentro da clínica, o psicólogo trabalha com a equipe e soma forças nesta modalidade multidisciplinar. Compreende o funcionamento de todos os setores, trabalhando no sentido de integrá-los aos valores, missão e objetivos da clínica. O psicólogo acolhe as angústias, ansiedades da própria equipe, muitas vezes suscitadas com a aproximação da estória de vida do casal tentante. Está habilitado a fazer reuniões com a equipe, capacitando-a lidar cada vez melhor com os pacientes. Trabalhando questões de relações interpessoais dentro do ambiente de trabalho para que se trabalhe em um ambiente o mais harmonioso possível. “Todos profissionais que trabalham com reprodução humana precisam estar dispostos a discutirem sobre esta temática; precisam aprofundar seus conhecimentos através de cursos de especialização ou nas demais opções de pós-graduação; precisam participar de eventos, congressos, simpósios e jornadas científicas. Estou em constante aprimoramento do raciocínio clínico voltado a este público específico no contexto da reprodução humana, e, incentivo todos da equipe a buscarem conhecimento em suas áreas de atuação. Acredito que, este seja um caminho promissor para cada um dos funcionários e, também para a clínica que pretende oferecer serviços de excelência. E este é um propósito da Fert Embryo – Centro de Medicina Reprodutiva.

ENTRE EM CONTATO

Utilize o formulário abaixo para entrar em contato conosco, responderemos em breve

COPYRIGHT @ 2020 - Fert Embryo - Todos os direitos reservados - Desenvolvimento: Logo Luz Própria Fert Embryo